Portugal tem novo instrumento financeiro para apoiar agricultores

«Linha de Crédito Garantida»

O acordo de financiamento entre o Estado Português e o FEI - Fundo Europeu de Investimento destina-se a apoiar pessoas singulares e coletivas que pretendam realizar investimentos abrangidos por determinadas operações do PDR 2020 - Programa de Desenvolvimento Rural do Continente.

As entidades financeiras podem submeter interesse na «Linha de Crédito Garantida» até 27 agosto.

O novo instrumento financeiro tem em vista dois objetivos políticos: apoiar o Investimento nas Explorações Agrícolas, em particular Jovens Agricultores, alavancando a ação do PDR 2020 e apoiar Investimentos em Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, de forma a promover a sustentabilidade e crescimento do negócio agrícola em Portugal.

Prevê-se a criação de linhas de crédito junto dos agricultores no montante global de cerca de 200 milhões de euros, que irão permitir o acesso ao crédito bancário em condições mais favoráveis, nomeadamente, maturidades mais longas ou ainda períodos de carência mais vantajosos para os agricultores, maior flexibilidade nas garantias exigidas e taxas de juros mais baixas.

Os agricultores poderão aceder a estas linhas de crédito diretamente junto das instituições financeiras ou de crédito, através de negociação com os mesmos, devendo para o efeito cumprir os critérios de elegibilidade definidos pelo PDR 2020 para as operações em causa, enquadradas no âmbito do Investimento nas Explorações Agrícolas por Jovens Agricultores; Investimento nas Explorações Agrícolas e Investimento na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas.

21/08/2019

Fonte:www.adcoesao.pt

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar