Estatísticas da Cultura - 2017

INE, Ed. 2018

- Os museus receberam 17,2 milhões de visitantes, mais 10,6% (1,6 milhões) do que no ano anterior. Este aumento deve-se essencialmente aos visitantes estrangeiros (mais 1,0 milhões).

- O cinema teve 15,7 milhões de espectadores e obteve receitas de bilheteira num total de 81,7 milhões de euros; ambos os valores aumentaram em relação ao ano anterior (4,6% e 5,8%, respetivamente).

- Os espetáculos ao vivo contaram com 15,4 milhões de espectadores (mais 3,9% do que em 2016) e 83 milhões de euros de receitas de bilheteira (menos 2,4% do que no ano anterior).

- Em 2017, os 364 recintos de espetáculos considerados tinham 564 salas/espaços e uma lotação de 251 539 lugares.

- Os materiais impressos diminuíram: jornais, revistas e outras publicações periódicas perderam 20,3% de circulação total (1,9% nos exemplares vendidos e 47,8% nos exemplares oferecidos).

- O volume de negócios das empresas do sector cultural e criativo atingiu 4,9 mil milhões de euros em 2016 (mais 3,7% do que no ano anterior). Este sector integrava 55 422 empresas, mais 2 595 empresas do que em 2015.

- O valor das exportações de bens culturais foi de 57,4 milhões de euros (mais 33,7% do que no ano anterior) e o valor das importações ultrapassou 180 milhões de euros (mais 17,4% em relação a 2016), resultando num saldo deficitário da balança comercial de 123,3 milhões de euros.

- Em 2017, a população empregada nas atividades culturais e criativas foi 81,3 mil pessoas, valor idêntico ao do ano anterior (81,7 mil pessoas).

- A despesa das Câmaras Municipais em atividades culturais e criativas foi 450,1 milhões de euros, tendo aumentado 16,7% (mais 64,4 milhões de euros) em relação a 2016.




Reunida num só volume, o INE publica informação sobre temas e domínios do sector cultural e criativo, evidenciando-se entre outros:
- emprego;
- preços no consumidor de bens e serviços culturais;
- empresas; comércio internacional de bens culturais;
- património cultural;
- artes plásticas;
- publicações periódicas;
- cinema;
- artes do espetáculo e
financiamento dos municípios às atividades culturais e criativas.

Os dados mais recentes referem-se ao ano de 2017 exceto os relativos às empresas com atividade nas áreas culturais e criativas, que respeitam a 2016.





12/12/2018

Fonte:INE

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar