Estatísticas do Comércio Internacional - 2018

INE

Em 2018 as exportações de bens aumentaram 5,1%, em termos nominais, face ao ano anterior (+10,0% em 2017), totalizando 57 807 milhões de euros.
As importações cresceram 8,1% (+13,5% em 2017), correspondendo a 75 364 milhões de euros.

A balança comercial de bens registou um défice 17 557 milhões de euros, mais 2 887 milhões de euros face ao ano anterior. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 5,3% e as importações 7,8% (+9,0% e +11,6%, respetivamente, em 2017), o défice aumentou 2 095 milhões de euros, atingindo 12 448 milhões de euros.


Os principais clientes e fornecedores externos de bens a Portugal continuaram a ser Espanha, França e Alemanha. O maior défice comercial manteve-se com Espanha e o maior excedente registou-se com o Reino Unido, enquanto no ano anterior foi com os Estados Unidos.

As Máquinas e aparelhos mantiveram-se como principal grupo de produtos importado e exportado em 2018.

Em 2018, a taxa de cobertura das exportações pelas importações de produtos energéticos (produtos petrolíferos, gás e carvão) atingiu 44,4%, resultado de 4 289 milhões de euros de exportações e 9 657 milhões de euros importações destes produtos, refletindo-se numa elevada dependência energética de Portugal do exterior.

29/10/2019

Fonte:INE

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar