MONITORIZAÇÃO DAS INCUBADORAS PORTUGUESAS

Resultados 2019

Um dos principais objetivos da RNI tem sido a monitorização das atividades realizadas pelas incubadoras, de forma a medir o impacto gerado e potenciar a criação de medidas e iniciativas de apoio ao empreendedorismo.

As incubadoras são das instituições que mais têm contribuído para o desenvolvimento e dinamismo do tecido empresarial português, com um papel efetivo na taxa de sobrevivência de ideias e startups inovadoras, assim como na mudança de paradigma e impacto económico-social nas regiões onde se inserem e, consequentemente, na competitividade e desempenho económico nacional.

Nesse sentido, foi disponibilizado esta semana um Relatório de Monitorização das Incubadoras Portuguesas com os resultados referentes a 2019.

Do relatório destacam-se os seguintes dados:

Número de Incubadoras:
Em 2019, as incubadoras protocoladas com a RNI eram 158, criadas por iniciativa de 135 instituições. Destas 135 instituições, 32 situavam-se em territórios do interior. A maioria das incubadoras protocoladas situavam-se nas regiões Centro e Norte.

Tipologias de Incubadoras:
As instituições protocoladas com a RNI enquadravam-se, na sua maioria, na tipologia Impacto Regional (59,3%) e grande parte criadas sob a forma jurídica de associação de direito privado (49,6%) e municípios (25,9%).
De salientar, que a nível regional, a tipologia Impacto Regional se situa sempre igual ou superior a 50%, exceto na região de Lisboa e a inexistência da tipologia Business Development nos territórios do interior.

Serviços e Espaços de Incubação:
As Incubadoras, na sua generalidade, prestam os serviços considerados essenciais de incubação, mesmo a pré-incubação gratuita é assegurada por 54,8% das Incubadoras. Apesar de na região Norte e Centro existirem mais startups incubadas, é onde existem mais salas de incubação disponíveis para acolhimento de novas startups. A taxa de ocupação nos territórios do interior também apresenta uma proporção inferior em 10,5%, em relação ao território nacional.

Startups Incubadas:
Em Portugal, existem 2.855 startups incubadas, nas Incubadoras protocolada com a RNI.
Existem mais startups na região Centro, seguida pelo Norte e Lisboa. No entanto, é de salientar que apesar de existirem mais startups na região Centro, existem mais startups em incubação física na região Norte. Os territórios do interior apresentam uma representatividade de 19,1% e 18,9% de startups em incubação física e incubação virtual, respetivamente, em relação ao território nacional.

Evolução 2016-2019:
É visível o dinamismo da região de Lisboa, seguida do Centro e do Norte, assim como a discrepância entre o território nacional e interior. Nos territórios do interior, apesar das taxas de sobrevivência das startups apresentarem valores abaixo da média nacional, é uma diferença muito diminuta. No final de 2016, a RNI contava com 121 incubadoras. Já em 2019, o ano terminou com 158 incubadoras.

As tipologias de incubadoras não apresentam grandes discrepâncias entre 2016 e 2019. A taxa de ocupação cresceu cerca de 12,3%, de 2016 para 2019, com o número salas de incubação a sofrer um aumento de 18,3% e de startups em incubação física de 46,5%. Já as startups em incubação virtual apresentam uma taxa de crescimento de 84,2%.

No total, houve um incremento superior a 1.000 startups incubadas, o que representa uma taxa de crescimento de 60,4%, de 2016 para 2019.

É visível um aumento no número de novas startups nas Incubadoras nos 12 meses anteriores, assim como nas startups que saíram das incubadoras nos 12 meses anteriores, apesar de no último caso o valor se apresentar inferior.

Apesar de em 2016, a taxa de resposta a esta pergunta se apresentar reduzida (51,4%), considera-se importante analisar a evolução do investimento por entidades externas nas startups incubadas. Este indicador apresenta uma taxa de crescimento de 593,2%, de 2016 para 2019. Os valores apresentados em 2019 são reflexo das 85,9% incubadoras que prestam apoio na obtenção de financiamento.

Para informação mais detalhada, consulte o relatório disponibilizado em Anexo.

28/05/2020

Fonte:RNI

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar