Jovens no Mercado de Trabalho

INE, 2016

O Instituto Nacional de Estatística divulga os resultados do módulo ad hoc do Inquérito ao Emprego de 2016 sobre os “Jovens no Mercado de Trabalho”. Esta divulgação inclui uma análise do tema e um conjunto de informação que aborda dois tópicos: a experiência educativa dos jovens e a forma de encontrar emprego.

A maioria dos jovens dos 15 aos 34 anos (59,4%) não se encontrava a estudar no 2.º trimestre de 2016.
A vontade de começar a trabalhar e razões financeiras estão entre as principais motivações para a não conclusão ou a não continuação dos estudos.
Cerca de 6 em cada 10 jovens não tiveram experiência profissional durante os estudos.

Metade dos jovens empregados afirmaram ter qualificações adequadas à função exercida, embora um terço tenha considerado ter mais qualificações do que as exigidas.

Quase um terço dos jovens demoraram até 3 meses a encontrar emprego. Porém, 20% demoraram mais de um ano.


17/12/2016

Fonte:INE

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar