Locais de trabalho saudáveis: gerir as substâncias perigosas

Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho lança campanha de sensibilização

O lançamento assinala o início de dois anos de eventos e atividades destinadas a chamar a atenção para o problema e promover as melhores formas de combater os riscos que as substâncias perigosas representam para os trabalhadores.


Os trabalhadores estão expostos a substâncias perigosas em muitos locais de trabalho na Europa. Essa exposição é mais comum do que a maior parte das pessoas pensa e pode ocorrer, na verdade, em quase todos os locais de trabalho, o que traz preocupações graves em matéria de saúde e segurança.

Uma substância perigosa é qualquer sólido, líquido ou gás que tenha potencial para causar danos à segurança ou saúde dos trabalhadores. A exposição pode ocorrer através da inalação, da penetração da pele ou da ingestão.

A exposição a substâncias perigosas no local de trabalho está ligada a problemas de saúde agudos e crónicos, nomeadamente:
- doenças respiratórias (por exemplo, asma, rinite, asbestose e silicose)
- danos nos órgãos internos, incluindo no cérebro e sistema nervoso
- irritações e doenças cutâneas
- cancros profissionais (por exemplo, leucemia, cancro do pulmão, mesotelioma e cancro da cavidade nasal).

Além disso, a presença de substâncias perigosas pode colocar os trabalhadores em risco de incêndio, explosão, intoxicação aguda e asfixia.


Está disponível um vasto leque de materiais de campanha em várias línguas, bem como ferramentas, orientações e exemplos de boas práticas de toda a Europa.

27/04/2018

Fonte:https://www.sgeconomia.gov.pt

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar