Impacto da pandemia nas startups com sede em Portugal

Uma nova parceria para um ecossistema de startups mais resiliente.

A Startup Portugal, a EY e a SAP desenvolveram um estudo colaborativo sobre o impacto da pandemia nas startups com sede em Portugal, com o objetivo de criar uma comunidade mais resiliente no rescaldo da crise.

Este estudo, resulta de um inquérito feito a mais de 200 CEO e fundadores de startups com operações em Portugal, durante os meses de Maio e Junho. A análise foca-se não apenas no pós-pandemia, abordando também a situação das empresas antes das medidas de emergência que conduziram à atual situação sócio-económica, permitindo projetar e prever os desafios de futuro para o ecossistema empreendedor de Portugal.

Destacamos algumas das conclusões apresentadas:

- A maioria das startups inquiridas (cerca 72%) está a laborar normalmente e demonstra otimismo quanto a uma recuperação económica, apesar da situação atual;
- Cerca de 42% das startups inquiridas, afirmam que a pandemia gerou novas oportunidades de negócio;
- A maioria das startups inquiridas confirma que a sua atividade foi impactada pela pandemia, nomeadamente no que concerne à diminuição de vendas e adiamento/atrasos de projetos; Esta alteração/impacto é associada à diminuição do sentimento de confiança do consumidor;
- No que toca ao financiamento (maioria capital de risco) há indícios de uma suspensão face à situação atual, atendendo a que a maioria deste capital vem do exterior, nomeadamente países como Estados Unidos, Inglaterra e França;
- 47% das startups inquiridas indica que os apoios mais uteis neste momento seriam incentivos e isenções fiscais, 29% pede por novos apoios financeiros;
- Salienta-se ainda, a necessidade de maior informação sobre os principais apoios públicos e informações sobre as perspetivas dos investidores;


Para informação mais detalhada, consulte o estudo disponibilizado em Anexo.

02/07/2020

Fonte:EY Portugal

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar