Empresas em Portugal prevêm contratar mais em 2018

Estudo "Total Compensation Portugal 2017"

De acordo com o estudo "Total Compensation Portugal 2017", realizado pela Mercer | Jason Associates, que analisou 154 826 postos de trabalho em 333 empresas no mercado português, o número de empresas dispostas a contratar novos colaboradores continua elevado.

Com uma amostra que atingiu um número recorde de organizações analisadas no estudo, mantem-se a tendência dos últimos dois anos no que se refere à intenção de recrutar mais colaboradores por parte das empresas participantes no estudo. Embora a percentagem tenha diminuído em 2017 para 41%, face aos 49% de 2016, continua a ser muito expressiva.

A previsão para 2018 aponta para 40% de empresas a demonstrarem intenção de recrutar mais pessoas. Por outro lado, 47% das organizações afirma que irá manter o número de colaboradores e 12% prevê a redução do seu número, em 2017. Para 2018, o cenário é ainda mais favorável, uma vez que apenas 9% prevê reduzir a sua força de trabalho.

Em 2017 os incrementos salariais rondaram os 2% para quase todos os níveis de responsabilidade (o valor mais elevado dos últimos anos). Para 2018 as empresas inquiridas preveem incrementos da mesma ordem de grandeza.

O salário base anual dos recém-licenciados, no primeiro emprego, situa-se tendencialmente entre os 13 280 euros e os 17 856 euros, verificando-se um aumento do valor mínimo (13 057 euros em 2016) e uma diminuição do valor máximo (17 984 euros em 2016).

As revisões salariais são realizadas tipicamente uma vez por ano (87%), maioritariamente em março (28%) e abril (15%).

O plano médico é atualmente o benefício mais atribuído por parte das empresas participantes no estudo da Mercer (93%). Cerca de 44% das empresas analisadas também atribui um plano de pensões.

Em 35% das empresas participantes no estudo, as despesas associadas à educação dos colaboradores são asseguradas pela empresa (em média em cerca de 67% do custo total).

25/09/2017

Fonte:AICEP

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar