Anuários Estatísticos Regionais

Informação estatística à escala regional e municipal

O INE divulga os Anuários Estatísticos Regionais, que constituem a publicação de referência na disponibilização de informação estatística à escala regional e municipal, de apoio à leitura de trajetórias regionais de desenvolvimento e ao estudo de problemáticas de base territorial.

Os temas alvo de análise neste destaque permitem salientar as seguintes assimetrias territoriais:
- Na População, num contexto de ligeiro abrandamento da diminuição da população residente no país, verificou-se um aumento do número de municípios com crescimento efetivo da população (21 em 2014 e 46 em 2015) e um acentuar do envelhecimento da população em todas as NUTS III verificando-se também entre 2014 e 2015 uma maior assimetria entre o índice de envelhecimento da população residente em áreas urbanas e áreas rurais;
- Na Saúde, verifica-se um comportamento diferenciado entre a população residente com 15 ou mais anos em áreas urbanas e rurais relativamente ao consumo diário de álcool e tabaco, sendo o consumo de álcool mais elevado nas áreas rurais e o consumo de tabaco mais elevado nas áreas urbanas;
- No Comércio Internacional, num quadro de crescimento do valor das exportações, entre 2014 e 2015, em todas as regiões NUTS II (com exceção da Área Metropolitana de Lisboa e da Região Autónoma da Madeira), verifica-se um aumento da taxa de cobertura das importações pelas exportações no país, mantendo-se acima de 100% em 18 das 25 sub-regiões, entre as quais se destacam as sub-regiões Alto Minho, Terras de Trás-os-Montes, Região de Coimbra, Viseu Dão Lafões e Médio Tejo por reforçarem o valor das exportações face ao das importações.



20/12/2016

Fonte:INE

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar