Indústria têxtil no combate à pandemia

várias empresas têxteis fabricam materiais para o SNS

A indústria têxtil e de vestuário em Portugal tem estado a dedicar praticamente toda a sua capacidade produtiva no combate ao surto de COVID-19 em Portugal, reorganizando a sua produção para artigos do setor da saúde.

Empresas como a Calvelex, Lameirinho, Paulo de Oliveira, Polopique e Riopele responderam ao desafio lançado pela Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção (ANIVEC) e, alocaram recursos técnicos, produtivos e também financeiros para produzir equipamentos de proteção individual que serão disponibilizados aos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Outras empresas fizeram doações de material como roupa de cama e banho a unidades hospitalares. São os casos da Lada, Sorema e Sonix, estando esta última a produzir também gel desinfetante nas instalações da Success Gadget.

25/03/2020

Fonte:portugaltextil.com

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar