Relatório Anual das PME Europeias

Em 2015 cerca de 23 milhões de PME empregaram 90 milhões de pessoas

A Comissão Europeia publicou o Relatório Anual das PME Europeias. Este relatório fornece uma visão geral sobre a dimensão, estrutura e importância das PME para a economia europeia e a sua contribuição para o crescimento e para o emprego.

O relatório conclui que em 2015 cerca de 23 milhões de PME empregaram 90 milhões de pessoas, representavam dois terços do emprego na UE28 e pouco menos de três quintos do valor acrescentado da UE28 no sector empresarial não financeiro. A grande maioria das PME são microempresas com menos de 10 trabalhadores, representando quase 93% de todas as empresas do sector não financeiro.

O relatório refere que as PME da UE28 finalmente parecem ter saído da crise económica e financeira: as PME da UE28 registaram em 2015 um bom crescimento do valor acrescentado pelo segundo ano consecutivo (3,8% em 2014 e 5,7% em 2015) e o emprego cresceu em 2014 (1,1%) e em 2015 (1,5%). O nível de valor acrescentado gerado pelas PME da UE28 em 2015 no sector empresarial não financeiro foi quase 9% superior ao de 2008. Em contraste, o emprego ainda se encontrava cerca de 2% abaixo de seu nível de 2008.

O relatório conclui ainda que houve uma grande variabilidade na contribuição da Indústria Transformadora para o crescimento do emprego em todos os países e nota que os Estados-Membro onde este sector contribuiu em mais de 30% para o crescimento do emprego foram essencialmente da Europa Oriental (Bulgária, Estónia, Lituânia, Polónia e Eslováquia), juntamente com Portugal, o único da Europa Ocidental neste grupo.


Os utilizadores registados Novo Rumo a Norte em têm esta publicação disponível em Informação Económica.

25/11/2016

Fonte:GEE

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar