Relatório Anual sobre as PME Europeias 2017/2018

Comissão Europeia

As PME são a espinha dorsal da "economia empresarial não financeira" em Portugal.

Representam mais de dois terços (68,4%) do valor acrescentado global e mais de três quartos (78,0%) do emprego, contra uma média de 56,8% e 66,4%, respectivamente, na UE no seu conjunto. No entanto, a produtividade das PME portuguesas, calculada em termos de valor acrescentado por pessoa empregada, é de cerca de 22.000 euros, metade da média da UE.

Em 2013-2017, o emprego das PME aumentou 12,6%. A previsão para as PME é favorável, prevendo-se que o crescimento das PME continue em 2017-2019. Um aumento de 10,6% no valor acrescentado das PME e de 5,7% no emprego das PME está previsto para o mesmo período, correspondendo a cerca de 144 600 novas PME.


O relatório anual de 2017/2018 sobre as PME europeias está agora disponível e apresenta boas notícias: a recuperação das PME continua.

O relatório, preparado anualmente, apresenta uma sinopse da dimensão, estrutura e importância das PME para a economia europeia e uma panorâmica do desempenho previsível e passado das PME de 2008 a 2019.

28/11/2018

Fonte:Comissão Europeia

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar