Despesa Nacional em I&D

Publicação DGEEC

A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) divulga informação sobre a despesa nacional em atividades de Investigação e Desenvolvimento (I&D) segundo a classificação de temas de I&D definida na “Estratégia Nacional de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente 2014-2020” (ENEI).

A informação apresentada foi recolhida pelo Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional (IPCTN) durante os últimos três anos. O IPCTN é o instrumento estatístico oficial utilizado para a produção de informação sobre despesa e recursos humanos em atividades de I&D em Portugal.

As 15 áreas temáticas de I&D definidas pela ENEI – as designadas prioridades de especialização inteligente – enquadram-se em 5 grandes eixos temáticos,

- Eixo das Tecnologias Transversais e suas aplicações
- Eixo das Indústrias e Tecnologias de produção
- Eixo da Mobilidade, Espaço e Logística
- Eixo dos Recursos Naturais e Ambiente
- Eixo da Saúde, Bem-Estar e Território

O relatório apresenta indicadores da despesa nacional em I&D, para cada um dos eixos e temas, entre os anos de 2014 e de 2016.

A partir dos dados recolhidos pelo IPCTN, a despesa em cada uma destas áreas temáticas pode ainda ser desagregada por setor de execução das atividades de I&D, em que os setores considerados são Empresas, Ensino Superior, Estado e Instituições Privadas sem Fins Lucrativos (IPSFL).

Os dados do relatório permitem assim obter, por exemplo, uma estimativa do investimento das empresas nacionais em I&D na área da Saúde, comparando este investimento com o realizado pelo setor Ensino Superior na mesma área.


Alguns dados:

DESPESA EM I&D POR ÁREA TEMÁTICA, DE 2014 A 2016
1º Tecnologias de informação e comunicações
2º Saúde
3º Outras prioridades

CRESCIMENTO DA DESPESA EM I&D ENTRE 2014 A 2016, POR ÁREA TEMÁTICA
1º Turismo
2º Automóvel, aeronáutica e espaço
3º Água e ambiente


PRINCIPAL DISTRIBUIÇÃO DA DESPESA EM I&D NOS SETORES DE EXECUÇÃO POR ÁREA TEMÁTICA EM 2016
- Empresas: Tecnologias de informação e comunicações
- Ensino Superior: Saúde
- Estado: Saúde
- IPSFL: Saúde


PRINCIPAL DISTRIBUIÇÃO DA DESPESA EM I&D POR REGIÃO NUTS II E POR ÁREA TEMÁTICA EM 2016
- Norte: Saúde
- Centro: Tecnologias de informação e comunicações
- AM Lisboa: Tecnologias de informação e comunicações
- Alentejo: Agroalimentar
- Algarve: Economia do mar
- RA Açores: Economia do mar
- RA Madeira: Tecnologias de informação e comunicações


21/08/2018

Fonte:DGEEC

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar