Portugal é o 31º país mais inovador

Confira o Top 50

A agência Bloomberg elegeu as 50 principais economias inovadoras, a partir de um lote inicial de mais de 200 países. Portugal cai duas posições passando para o 31º posto no ranking de 2017.

A Coreia do Sul mantém-se no topo da lista, dominando os gráficos internacionais de intensidade de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), produção de valor agregado e atividade de patentes, e com os cinco melhores rankings em densidade de alta tecnologia, ensino superior e concentração de pesquisadores.

Já a Suécia subiu para a segunda posição e a Finlândia destacou-se entre os cinco primeiros países no Índice de Inovação Bloomberg 2017, que classifica as economias utilizando fatores como investimento em pesquisa e desenvolvimento e a concentração de empresas públicas de alta tecnologia.

O Japão, onde o iene ainda recupera de uma depreciação de quase dois anos, passou do 4º para o 7º lugar. A Croácia também caiu três lugares, passando do número 38, para o 41.

Os EUA desceram um ponto, para o 9º lugar, enquanto que Israel subiu um, entrando para o TOP 10. A China manteve o título de mercado emergente mais bem classificado, no 21º, melhorou a sua pontuação no ensino superior, mas oscilou na alta tecnologia e na concentração.

Roménia, Brasil e Chipre entraram, este ano, para o TOP 50, desclassificando a Eslovénia, a Bulgária e a Índia, que ocupavam o 24º, 42º e 45º lugar, respetivamente, no ranking de 2016.

19/01/2017

Fonte:Jornal Económico

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar