Programa Qualifica

Educação e formação de adultos

O Qualifica é a estratégia do governo para recuperar a educação de adultos, na sequência da interrupção do programa Novas Oportunidades. A iniciativa é lançada esta segunda-feira em Campo Maior.

Esta estratégia é encarada como prioritária e integra-se no Programa Nacional de Reformas.
O programa pretende garantir que até 2020 metade da população ativa do país conclua o ensino secundário.

Alcançar uma taxa de participação de adultos em atividades de aprendizagem ao longo da vida de 15%, alargada para 25% em 2025 é outro dos objetivos do programa.

O Governo pretende ver instalados cerca de 300 centros Qualifica no continente até ao final de 2017.

Para facilitar a informação, estará disponível uma plataforma tecnológica, o Portal Qualifica, onde podem ser igualmente consultados os serviços e instrumentos relacionados com o programa.

O portal dirige-se a formandos, empregadores e agentes ligados à educação e formação de adultos, permitindo pesquisar a oferta existente, por zonas, recolher informação sobre o Sistema Nacional de Créditos e obter ou atualizar o Passaporte Qualifica, que registará a formação.

O Governo justifica a criação do programa com a quebra verificada na formação de adultos nos últimos anos: Em 2013/14, havia pouco mais de 39 mil inscritos, "um terço do número registado em 2000/01".

Os novos centros serão criados por concurso, em função das necessidades locais e regionais de qualificação.
Atualmente, existem 261 centros, 30 dos quais criados no ano passado. Este ano, será aberto concurso para mais 42.

Podem inscrever-se neste programa todos os adultos que não disponham de qualificação de nível básico, secundário e/ou profissional, bem como os jovens que tenham abandonado a escola e não se encontrem a trabalhar ou a estudar.


Disponibilizamos em ANEXO o despacho de autorização de criação e funcionamento de Centros Qualifica.

06/03/2017

Fonte:Expresso

Partilhar:

Usamos cookies para melhorar a navegação dos nossos visitantes. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de privacidade

fechar